ABVTEX

#
Entidades do setor divulgam Carta Final no 3º Latam Retail Show PDF Print E-mail
Friday, 01 September 2017 00:00
There are no translations available.

No encerramento do 3o Latam Retail Show, realizado no Expo Center Norte em São Paulo no período  de 29 a 31 de Agosto, foi divulgada uma Carta que resume um diagnóstico do quadro atual no setor de varejo e consumo e o compromisso de atuação orquestrada das principais entidades nacionais desses setores.

O evento deste ano reuniu pouco mais de 13.000 visitantes em suas atividades que incluíram o Plenário, que teve a presença de mais de 1.500 congressistas, a Exposição em 12.000 m² de área com foco em Tecnologia, Instalações, Equipamentos e Serviços para os setores de Varejo, Franchising, Food Service, Shopping Centers e E-commerce.

Outros eventos paralelos apresentaram discussões, debates e exposição nas áreas de Expansão de Shoppings Centers e Centros Comerciais, Marcas Próprias, Tecnologia RFID e mais Design de Varejo, complementado por um setor totalmente dedicado à startups com projetos e propostas nessas áreas.

Outro ponto de convergência foi a Arena PagSeguro Mercado & Consumo, com palestras gratuitas para todos os visitantes da Exposição.

Em situação inédita, as mais importantes entidades nacionais que atuam nos setores de comércio, varejo e consumo, assinaram em conjunto a Carta do 3o Latam Retail Show onde se comprometem a atuarem em conjunto em temas relevantes para esse setores.

Carta do 3º Latam Retail Show

O Brasil vive o início de um novo Ciclo Econômico, Político e Social, egresso da maior crise econômica e moral da História recente do país, que criou uma população de 14 milhões de desempregados formais, encerrou negócios, empresas e fechou mais de 200 mil lojas.

As perdas envolveram também a autoestima e a confiança no futuro, que sempre foram fatores relevantes em nossa formação cultural.

Para o Novo Ciclo que se inicia, é consenso entre os líderes representativos do varejo e do comércio, que o foco deste Brasil Novo deva estar na busca irreversível de maior competitividade no cenário global e, no âmbito local, um maior equilíbrio social. Uma busca incessante de caminhos para simplificar o empreender e melhorar a qualidade de vida do brasileiro.

A busca desses objetivos deverá acontecer num ambiente redesenhado em sua estrutura pela relevância de temas como a economia digital, o papel crítico do crédito no cenário do consumo, a maior concentração de negócios, o aumento da competitividade em todos os setores, o dos omniconsumidores-cidadãos e a premente necessidade de criação de ecossistemas competitivos envolvendo as cadeias de valor de produtos e serviços.

Um Brasil Novo deverá surgir do redesenho do papel e das atribuições do Estado que deve concentrar sua atuação nas áreas críticas da Saúde, Educação e Segurança, reconhecidamente carentes.

É preciso entender os enormes desafios a serem enfrentados nos próximos anos sem nos confortarmos com os sinais iniciais de recuperação econômica.

É crítico que as inevitáveis e inadiáveis reformas previdenciária, política e tributária, possam evoluir com a seriedade, ambição e celeridade que o momento requer. E isso é um dos temas que nos une neste momento.

A combinação da transitoriedade institucional do atual governo, com a dramática crise recente que gerou desemprego e disseminou insatisfação de toda a sociedade, complementados com a real percepção dos descaminhos no trato da coisa pública, devem precipitar o mais abrangente e ousado programa de reformas já vivido pelo Brasil.

E o possível não é o necessário. Preocupa muito a opção primária pelo caminho fácil do aumento de impostos como elemento de compensação.

Em verdade, o Estado atual não cabe na nossa realidade. Precisa ser repensado e redimensionado.

Não devemos contemporizar com a ideia de que o ótimo é inimigo do bom, pois essa condescendência, em particular do setor empresarial, foi desastrosa para o País no passado recente. E não mais pode se repetir.

E isso é um chamamento a outro posicionamento do setor empresarial.

Em particular dos setores que diariamente ouvem a manifestação e o pulsar dos empoderados omniconsumidores-cidadãos que deveria precipitar uma outra atitude, transformando o empresário do passado, apenas focado na sua realidade, no empresário-cidadão, mais comprometido com o país, a sociedade e o futuro.

A sociedade moderna, competitiva e irreversivelmente mais global, pressupõe setores e líderes empresariais com a visão ampliada e dedicados a atuar para além das fronteiras de seus setores econômicos de atividade, ocupando espaços cada vez mais relevantes na discussão e na ação para a transformação que o país precisa viver.

Essa é a consciência coletiva e a reflexão que nascem do 3o Latam Retail Show, subscritas pelas entidades e os líderes empresariais dos setores de Varejo e Consumo e com o compromisso de se posicionarem e, principalmente, agirem de forma integrada, coesa e ambiciosa pela inadiável transformação econômica, social, política e, principalmente, ética, que o Brasil precisa.

 

São Paulo, 31 de Agosto de 2017

 

ABAD – Associação Brasileira de Atacadistas-Distribuidores – Presidente Emerson Destro

ABAAS – Associação Brasileira dos Atacadistas de Autosserviço – Presidente Ricardo Roldão

ABF – Associação Brasileira de Franchising – Presidente Altino Cristofoletti

ABIESV – Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos e Serviços para o Varejo – Presidente Akira Nagata

ABRAFARMA – Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias – Presidente Sérgio Mena Barreto

ABRAS – Associação Brasileira de Supermercados – Presidente João Sanzovo Neto

ABRASCE – Associação Brasileira de Shopping Centers – Presidente Glauco Humai

ABRASEL – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – Presidente Paulo Solmucci

ABVTEX – Associação Brasileira do Varejo Textil – Presidente Edmundo Lima representado por Paulo Pompilio

ANAMACO – Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção – Presidente Claudio Conz

CNDL – Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas – Presidente Francisco Honório Pinheiro Alves

IDV – Instituto para o Desenvolvimento do Varejo – Presidente Antônio Carlos Pipponzi representado por Sergio Zimmermann

IFB – Instituto Food Service Brasil – Presidente Alexandre Guerra

 

Fonte: http://www.mercadoeconsumo.com.br/2017/09/01/carta-final-3o-latam-retail-show/

 
#

Endereço: Rua Cayowaá, 1071  conj. 54 – cep 05018-001 - São Paulo - SP
Tel/Fax: +55 11 2533-0034
Email: abvtex@abvtex.org.br